Eu tenho uma bandeira e uma ideologia, e quem não tem, pinta a cara de verde e amarelo

O foco é uma das coisas mais importantes de um movimento social, abraçar todas as coisas não é necessariamente fazer de um manifesto universal, mas sim, de parte de um todo.

No meu ver é muito importante que o pessoal do movimento LGBT, que luta contra a homofobia, ser ciente que a homofobia tem uma origem praticamente conjunta ao machismo, portanto é no mínimo contraditório defender o movimento gay com misógina, por exemplo.

Como ocorreu essa semana diante da declaração da Mara Maravilha, em que houve uma chuva de comentários de puro ódio à condição de ser mulher, e não a uma verdadeira crítica aos comentários da Mara.

Mas deixando isso de lado, um pouco, é primordial para os movimentos sociais um foco e um inimigo em comum. Isso valeu até pros piores.

Quando digo inimigo em comum, eu digo no quesito, as feministas combatem o machismo, e não as mulheres machistas somente, ou os homens machistas somente.
Existe uma grande diferença entre você combater uma ideia e combater a pessoa.

É basicamente o que a classe média com seu discurso horroroso faz quando dizem que o problema do mundo são os pobres, e não a pobreza.

E esta aí a grande diferença entre combater uma ideologia desumana, e ser desumano.

tumblr_m2fruzapbj1rtfvrvo1_1280

 

Se as feministas combaterem somente as mulheres machistas estarão fazendo um protecionismo ainda sim com os homens, o que não difere muito da própria ideia do machismo: a mulher é sempre a culpada por tudo.
E nos protestos sociais tenho reparado muito nessa postura de quem se envolveu sem ser politizado, ‘a bandeira branca’ de branca não tem nada, a imparcialidade é impossível diante de viver, viver é ser parcial, é escolher, é fazer escolhas, não adianta bater nessa tecla.

 

Se tu pretende lutar do lado do opressor é só fazer pose de “não vou me posicionar”, porém eu não vejo muita lógica nisso.
Se você é mulher e não luta com o feminismo, é quase uma contradição genética: você está lutando e propagando algo que tritura sua condição digna de viver, a não ser que você seja ingênua em pensar que é uma exceção a regra e todos a visualizam assim, você continua a ser ‘catalogada’ como sexo feminino, e todos os rótulos que permeiam essa questão irão recair sob você, a diferença é que em vez de você se enganar na base da idiotice de fingir que um problema social não existe, você se posicionará contra ele.

 

Já é um grande alívio para suas colegas de trabalho não ter que conviver com umx machista a mais sabia?

Pois mais que você não causa um impacto revolucionário, é desse tipo de atitude que compõe a famosa práxis marxista.

marx

 

Porém de nada adianta se você for a um movimento social e levantar bandeira branca. A bandeira nacional, a bandeira branca, ela só são um sinal de extremo conformismo da sua parte, falsa vontade de mudança, rebeldia sem causa, causa sem fundo.

 

coxinha

 

Você quer mudanças no quadro econômico sem se envolver em política? Impossível, o que rege a economia é o modelo político que é implantado na mesma.

 

Você quer menos violência sem mais oportunidade aos pobres? Então você é um fascista idiota, que acredita que a opressão, pancadaria, violência estatal irá resolver problemas sociais e manter seu iPod protegido de qualquer assalto.

Ou você se acha o único espírito nobre do mundo que não cairia na marginalidade nem se fosse forçado a tal?

Marginalidade não é opção, é condição, e se você é contra todos os programas que auxiliam as famílias pobres a pelo menos não morrer de fome, eu sinceramente, prefiro ignorar sua existência.

 

tumblr_lzztjaXbP71qz6f9yo1_500

 

Essa galera com cartazes denegrindo os estudantes mais pobres que utilizam de auxílios para entrar numa faculdade pública, não passam de um monte de coxinhas ameaçados perante sua burrice (escancarada nos cartazes); eles não se sentem auto-suficientes tendo estudando nas melhores escolas passei-em-vestibular-virei-outdoor, não basta ter o conteúdo pronto do vestibular, é necessário não ter refletido em nenhuma aula de humanas, e também é necessário acreditar que vestibular mede capacidade e não passa de uma forma de excluir a galera que estudou em pública das faculdades que eram para eles.

 

O vestibular é um sistema que praticamente só o Brasil utiliza, e não é por acaso que ele surgiu em pleno período de ditadura: a elite se concentrou e se fortaleceu assim, a única maneira de mudança social do pobre é através do estudo, barrar essa passagem dele ao estudo é o principal motivo para tanta gente ficar averigua da sociedade. A única coisa que testa conhecimento acadêmico é a própria academia, e não essa coisa ridícula de ‘processo seletivo’ (de ricos e classe média).

 

Dá pra perceber que existe uma luta social? Entre privilegiados e os que querem dignidade, seja pra si ou para os demais?

Não dá pra abraçar a mesma bandeira, eu não vou pintar meu rosto de verde e amarelo como o machista que espanca a esposa todo dia, como o homofóbico que quer a volta do poder da Igreja sob o Estado, como o elitista (mesmo sendo pobre, com pensamento de elite) que acredita que vestibular mede capacidade e faz um cartaz escancarando sua burrice.

Eu vou vestir vermelho, eu vou à esquerda, eu vou vestir a bandeira do comunismo, dos gays, das feministas!

Anúncios

2 pensamentos sobre “Eu tenho uma bandeira e uma ideologia, e quem não tem, pinta a cara de verde e amarelo

  1. Nossa, muito bom! No meu caso, não tenho paciência para debater com alguns coxinhas.
    Se você diz que é comunista, eles já ficam indignados te questionando o motivo de tu não deixar o bigode crescer! Te questionam também quando tu usa roupa arrumada e ainda não mudam da velha justificativa deles: “Vai pra Cuba!”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s