Crítica do Blog ao Vlog: Desce a Letra

Esse vídeo acima é o vídeo que eu em especial irei criticar, porém eu podia fazer críticas infinitas ao atentado a inteligência que esse vlog é.

Antes gostaria de declarar uma leitura que faço dessas posições, para contemporâneos todo tipo de protesto isolado ganha infinitas dimensões, cogitando o único ponto em que Marx não preveu; a comunicação.

E se fizemos uma segunda guerra mundial usando esses meios, também somos capazes de outros tipos de catástrofes sociais. Uma delas são esses vloggers, se é que posso chama-los assim. Não estou generalizando todos como ruins. Porém, o problema disso tudo é que esse tipo de meio pode como diria Sócrates, ludibriar nossos sentidos, ou seja, por ser algo com uma dinâmica atrativa (imagem, som, etc.) nos pode cegar as bobagens que ali estão sendo ditas.

Continuando com Sócrates, se existe um mundo próximo da verdade, este é o mundo das ideias.

O Caue Moura é o sujeito que aparece nesse vlog falando de uma forma cômica (e bem troglodita) assuntos aleatórios que são subliminarmente formadores de opinião.

Nesse vlog em especial foi um atentado mais generalizado à inteligência. Onde ele praticamente grita a câmera que a piada machista daquele completo idiota do Rafinha Bastos foi “só uma piada”. Assim como cita uma piada racista como “somente uma piada”, fazendo aquele velho e não mais eficiente discurso conservador.

Vocês estão oprimindo a minha liberdade de opressor!

Ou seja, enquanto quem se ofende pela piada merece apenas o silêncio como liberdade, o opressor não pode ser silenciado, não pode ser barrado, muito menos negado pelos meios de comunicação.

Isso é a censura! Afinal, o ofendido com a piada deve permanecer em silêncio absoluto (e isso não é censura?), me pergunto.

Ele, como um macho alfa muito provavelmente de classe média, branco, não se incomoda porque (né) está em uma posição de puro privilégio. Ele, por exemplo, nunca estará grávido e nunca terá que aturar esse tipo de abuso sexual em forma de piada que a Wanessa teve que aturar.

Ele também nunca vai se ofender com uma piada racista.

E se não fizer um Estudos sociais da vida, Direito, Psicologia, História, Filosofia, enfim, um estudo de humanas, não vai entender que “a democracia igual para todos” é uma forma disfarçar os problemas sociais, e jamais entenderá que o racismo no Brasil é mais grave do que em boa parte do mundo porque ele tá disfarçado de piada.

É só uma piada? Tem certeza?

Se o nosso senso de humor está tão decadente a ponto de ser na base da opressão alheia, isso é um sinal de decadência da própria sociedade.

E a sociedade que ele tanto cita, ele é tão parte dela quanto ele pensa, dessa sociedade do politicamente incorreto; o maior pretexto para ser um perfeito idiota.

Isso é relativamente igual a um religioso que admite a presença de Deus em sua vida com muito respeito nos tetos religiosos e por fora, faz piadas constantemente com a própria existência de Deus.

A diferença é que Deus é uma presença relativa para as pessoas, no caso das mulheres e dos afrodescendentes, não é uma questão relativa, é concreta. E essa analogia que eu fiz é do que provavelmente o Caue Moura e outros idiotas dessa trupe pensam; “o respeito está para a relação, quanto a respeito ético, prefiro minhas piadinhas politicamente incorretas”.

Mais grave que isso é os que aplaudem a esse tipo de comportamento bestial.

Ele não tem nada de inovador além dos seus óculos e da sua câmera. O discurso é tão conservador e atrasado que eu fico pensando, por que as pessoas tendem a se apegar com o que tem de mais podre nos seus antepassados? Para Nietzsche, a mudança está na nova geração, se essa geração não manifesta mudanças referentes a pensamentos das anteriores; então o mundo estará morto, pois não teremos diferenciações entre as gerações e isso não gera nada de produtivo para o ser humano, é praticamente uma cultura morta.

E quanta gente aplaude essa cultura morta hein.

Anúncios

2 pensamentos sobre “Crítica do Blog ao Vlog: Desce a Letra

  1. Eu concordo com essa crítica, acho o fim o Cauê Moura apoiar essas piadas de mau gosto do Rafinha Bastos. Se ele tem o direito de falar o que quer as pessoas tem o direito de se ofender.

  2. Eu concordo com essa crítica, acho o fim o Cauê Moura apoiar essas piadas de mau gosto do Rafinha Bastos. Se ele tem o direito de falar o que quer as pessoas tem o direito de se ofender. Muito bom gostei muito.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s