Liberação da maconha

Essa questão tá se tornando quase insuportável, desde imagens compartilhadas pelo facebook falando o quanto é bom você fumar um comparado a outras coisas, até passeatas.

Primeiro, vou deixar bem claro que pra mim se você é fã da erva ou não o problema é completamente seu.

Enfim, que seja, cada um sabe muito bem o que faz com o próprio corpo, e não devia se iludir com matérias de cunho duvidoso falando que a maconha é um manjar dos deuses, muito menos em falar que maconha era parte da medicina antigamente, muita porcaria era parte da medicina antigamente então isso não é pretexto.

Não sou contra a maconha, mas não sou a favor de “adocicar” certas questões para desencargo de consciência alheia.

Segundo que não venho criar um post para ter um equilíbrio entre as opiniões, ou você é a favor, ou você não é, cada um tem o direito de apoiar a causa que for e considerar o que é mais importante para si.

A maconha se tornou uma porcaria realmente importante né?

Tanto que os estudantes da USP que estão na realidade sofrendo opressão colocaram como simples fato de serem “maconheiros”, cada um se dopa com o que quer, uma pessoa dopada de remédios e um maconheiro não tem tanto diferencial com o lance do universo alternativo, mas pra imprensa é um prato cheio.

Temos que tomar cuidado com a distorção da realidade, tanto para quem é contra quanto para quem é a favor, nada que seja tragável faz bem a saúde, por mais que você bate nessa tecla.

Não sou a favor de vícios, mas sou viciada em café por exemplo, e eu não preciso de alguém comparando o café com a maconha pra eu acreditar que a maconha é algo bom, na realidade isso é pessoal.

Muito menos vou por o café em comparação com a cocaína por exemplo e fazer uma listinha de benefícios do café em cima da cocaína, porque pra mim quem faz esse tipo de coisa é idiota. Mas bom, é uma opinião. Eu sei que to botando pra foder com o meu estômago, mas eu curto mesmo o tal do café.

O problema disso tudo é a hipocrisia por uma luta que já está vencida, caramba, para que passeatas de liberação da maconha se o mundo inteiro fuma maconha?

É como se ninguém soubesse disso.

É esse o ponto que me intriga, estou longe de julgar as atitudes de consumo das pessoas, mas abraçar a causa da maconha e deixar sua vida em si ser um lixo, também é hipocrisia.

Não adianta dizer que a maconha é diferente dos remédios, ela dopa a pessoa da mesma forma, então não tem benefício a mais nem a menos nisso, se estamos numa sociedade que tem uma vida tão trash que precisa estar dopado o tempo todo (seja com bebidas, remédios, dorgas, enfim), e isso refletiu mesmo até na cultura, no qual a gente ouve música por diversão e não por apreciação praticamente, esse tipo de coisa se tornou uma válvula de escape.

A minha chamada de atenção é para o pessoal que se dopa com maconha e tem preconceito com quem é hipocondríaco por exemplo, como se fosse muito diferente, tipo, toda uma galera que luta contra preconceito mas é preconceituoso também.

Eu não sou a favor de julgar essas coisas, cada um sabe o que faz com seu corpo, se você curte se entopir de remédio, de bebida, de drogas em geral, ou de café como é meu caso ahuahuahuhu é um simples, problema seu.

Não vou fazer passeatas a favor do café por isso entende.

Tudo bem que eu não vou presa se eu consumir café, mas você também não vai preso de consumir maconha, vai preso de tiver com uma tonelada de maconha debaixo do seu nariz sabe, entre os beiços e tals.

Então, não sou a favor de um idiota que nem o Datena totalmente cético com o assunto, que fala que maconheiro é vagabundo e tudo mais, mas pastor que rouba o povo é gente boa né?

Sou contra a generalização das situações também. Todo maconheiro é vagabundo, todo pastor é sem vergonha, todo policial é corrupto e abusa do poder, e afins, quando essas generalizações sumirem, quem sabe as próprias pessoas perdem os preconceitos entre si.

É como uma frase que eu li, não me lembro ao certo, mas era algo do tipo “nunca surgirá paz em guerra”, não adianta entrar em conflito só, não é correto de calar mas criar uma batalha também não adianta em nada.

Anúncios

3 pensamentos sobre “Liberação da maconha

  1. É sempre bom escrever sobre assuntos polêmicos, sobretudo quando você escreve o que pensa, ao invés de escrever uma opinião contemporizadora ou radical para “ser legal” e ganhar a simpatia dos outros. Perdemos em visitas aos nossos blogs e em possíveis simpatizantes, mas nunca traímos nosso coração…

    Mas, no meu humilde entender, o que está em questão é o fato de que é descabido um otário que se julga Deus só porque veste uma farda militar e porque tem um 38 na cinta te molestar e não raro te agredir só porque você estava fumando um baseado com os amigos (ou sozinho, o que é mais raro); ou, por esse mesmo fato, você ter que ser conduzido a um DP, assinar um termo circunstanciado e se apresentar todo mês no fórum criminal para provar que você está cumprindo a pena alternativa que lhe foi imposta (serviço comunitário ou tratamento médico), durante todo o tempo que o juiz estipular…

    Ainda é descabido você não conseguir um bom emprego, mesmo estando qualificado para tal (sobretudo os cargos públicos) só porque no seu atestado de antecedentes consta que você pagou pena por posse de entorpecentes…Enquanto isso, o traficante que vende quilos e quilos de droga (adulterada) impõe uma ditadura de terror numa comunidade pobre com a conivência velada das autoridades…e você sofre todos os rigores da lei só por causa de um baseado…

    Ou seja, não é que o pessoal (não me incluo entre eles) esteja querendo enfiar nas nossas cabeças que a maconha é a nova panacéia do século (a imaturidade dos que lutam sempre leva a tais excessos); todos querem transferir esta questão para o foro da saúde pública (como acontece com o tabaco e o álcool), ao invés de deixá-lo nas mãos da segurança pública… Captou, menina???

    Se der,visita o meu blog:
    http://www.ohomecomendomacarrao.blogspot.com

    • Olá Adriano, gostei muito da sua opinião.
      Na minha visão, e pelo o que eu sei, a maconha não influencia de forma tão definitiva o tráfico, pois os próprios traficantes alegam que a maconha só por si não gera lucro algum hoje em dia, pois a grande maioria do pessoal vai até o traficante pra comprar no máximo uns 3 baseados, isso se não for pra comprar um, é um trampo muito grande pra pouco rendimento, diferente do êxtase, cocaína e afins que são mais caras e rendem mais lucro pra eles, então não vejo a liberação da maconha como uma solução para o tráfico, embora ela faça parte.

      A segunda questão que eu gostaria de comentar, é a questão do profissional, nenhum profissional que seja viciado em bebidas, e afins é considerado confiável, eu acredito que você vai concordar comigo que quem é preso com maconha não é por causa de um baseado, é por causa de muito baseado hauahu muito mesmo, o que indica que o cara é viciado, precisa do baseado ali todo dia, podem dizer mil vezes que a maconha não vicia mas pra mim tudo vicia, não precisa ser uma droga.
      Então um profissional com antecedentes criminais realmente sofrerá preconceito, com uma certa razão, não estou apoiando o preconceito, mas é natural as pessoas desconfiarem de quem já cometeu um erro diante da moral da sociedade.

      Vejo a maconha como algo que os brasileiros não saberão lidar, uma coisa é a Holando (onde se eu não me engano é liberado) que tem um dos maiores IDH do mundo, educação super desenvolvida, e não tem o cultivo tão intenso como existe aqui, pra eles o acesso é mais difícil.
      Também não podemos fechar os olhos para os efeitos colaterais da liberação, se eu não me engano aumentou e muito a porcentagem dos acidentes de carro lá por conta do uso de drogas, e o brasileiro por natureza já abusa de drogas e comete vários acidentes, mesmo que seja na teoria “proibido”.

      Onde eu quero chegar é que, na minha visão, o povo brasileiro não está preparado pra tal liberação.
      Não sou contra, como eu disse várias vezes no post, cada um faz o que quer consigo, mas eu acredito que o povo brasileiro é um tanto cego nessas questões, veem só o tráfico, mas não veem que o governo tinha obrigação de dar moradia para as pessoas da favela, saneamento básico, fazer uma distribuição de renda digna, uma reforma agrária, enfim, um milhão de problemas que geram o que é o tráfico, não só as drogas.

      Olharei seu blog, fiquei curiosa ahuhauahuha no mais, espero não ter assustado com a resposta.

      =)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s