O que eu considero maldade

Eu to me sentindo em um filme de suspense/terror americano com o céu nublado e esse frio.

Eu amo frio mas também não precisa exilar o sol das nossas vidas.

 

Maldade pra mim é relativo, tudo é relativo, depende da visão de quem vê.

 

Maldade pra mim é colocar alface molhado no pão do lanche, tipo você pede um cheese-salada e o pão ta aquele nojo.

ODEIO pão molhado, sem maldade e trocadilhos er.

Mas me remete uma visão minha de quando eu era pequena, que eu vi um pão lindo em cima da pia e fui pegar pra comer e ele escorregou no meio dos meus dedos, tava  encharcado, EWWW, e eu com  a minha mente fértil me imaginei comendo aquilo e EWW de novo.

 

Como tem gente que consegue comer sopa com pão? Sério, é tipo a mesma coisa, só que de forma graduativa.

 

Eu tenho umas frescuras com salada, uma vez inventamos de fazer um almoço na escola no fds, eu lá de voluntária claro que ia ajudar.

Mas como eu mal tenho noção de medidas de comida para 4 pessoas, bem menos pra 15 pessoas, eu fiquei com a salada que algo visível e faço de deduzir se “vai dar”.

Eu sou muito caprichosa para cozinhar, embora eu não seja A cozinheira, mas ou que eu faço eu sei, eu capricho.

 

Ai estava eu com um monte de alfaces, tirados direto da horta da escola com UM KG DE TERRA cada um.

Separei, lavei um por um, e além de lavar SEQUEI eles com um guardanapo, devagar pra não quebrar tudo.

 

Eu olhei aquele coisa enorme cheia de alfaces, sequinhos, lindos, meus olhos até brilhavam, quando meu mundo caiu.

 

Chegou uma garota que eu convivia, que eu detestava aliás, deu um motivo a mais pra eu detestar ela, ela esperou eu terminar, e tava com um copo enorme na mão, ela “deixa que eu tempero” e tacou o copo com ÁGUA NOS MEUS ALFACES SEQUINHOS!

 

 

E eu não conseguindo conter nem um pouco minha irritação praticamente gritei pra ela na cozinha

“O QUE VOCÊ FEEEZ?”

Ela me olhou com aquela cara de exú de galinha e falo “Temperei! Coloquei azeite, sal e vinagre nesse copo cheio de água pra espalhar melhor”

Aquele copo devia ser de 1L sem zueira.

 

Eu virei e falei “Você não viu que eu tava SECANDO os alfaces um por um?” (SUA ANTA! Meus alfaaaces, eles eram MEUS, EU devia temperar #possessiva)

E e ela “Mas você não ia conseguir temperar sem a água”

E eu “com o azeite e o vinagre, sem precisar de água, se fosse pra encharcar o negócio eu teria deixado molhado, eu caprichei esse  tempo todo pra EU temperar do meu jeito” (sua idiota!)

 

Sorte que entrou um outro voluntário e puxou assunto com ela, porque sério, é difícil me tirar do eixo, mas quando isso acontece, a minha vontade é de MATAR a pessoa, e geralmente acontece por coisa tonta, porque coisa séria parece que eu não ligo tanto quanto coisas bobas.

Eu queria enfiar a cara dela nos alfaces e afogar ela  naquela POÇA de água que ela fez nos meus alfaces sequinhos.

 

Sabe, me senti que nem aquele carinha do desenho, Avatar, o último dobrador de ar, que sempre falava “meus repoolhoos” meio choroso sabe?

 

 

Aaaaiin! ¬¬

 

Você preparar toda a comida e deixar pra outra pessoa por o tempero é tipo você fazer sexo e mandar outra pessoa pra ter o orgasmo.

Totalmente anti-climax.

 

Enfim, sabe que agora eu lembrei que sempre tive vontade de fazer gastronomia, quem sabe um dia, eu realmente gostaria de me aventurar por esses cantos.

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s